Alimentação na gravidez: 5 dicas para balancear da forma correta

Descubra como alguns hábitos podem contribuir para equilibrar os nutrientes e garantir que a alimentação na gravidez seja feita da forma correta.

 Que a gravidez é um dos momentos mais especiais na vida de uma mulher, ninguém discorda, não é mesmo? Porém, sempre fica aquela dúvida: como manter uma dieta balanceada em nutrientes e vitaminas? Pensando nisso, listamos 5 dicas para que a sua alimentação na gravidez tenha muito mais qualidade!

1)     Alimentos essenciais

No período da gravidez, alguns alimentos são fontes ricas de nutrientes:

Vitamina A: Cenoura, abóbora, leite, iogurte, ovos, manga, brócolis e pimentão amarelo;

Vitamina B12: Produtos lácteos, ovos e alimentos fortificados;

Ômega 3: Óleo de linhaça, abacate, azeite de oliva extra virgem e chia;

Cálcio: Produtos lácteos, vegetais escuros e gergelim;

Ferro: Feijão, ervilha, grão de bico, ovos e cereais;

2)     O que evitar?

Na contramão dos alimentos anteriores, há alguns que devem ser evitados:

Peixes com alto teor de mercúrio: Muita gente não sabe, mas peixes como o atum e o peixe-espada contém uma alta concentração de mercúrio. Essa substância pode atravessar a barreira placentária e prejudicar a formação neurológica do bebê.

Bebidas Alcóolicas: Consumir bebidas alcoólicas na gravidez contribui diretamente para o atraso no crescimento e desenvolvimento do bebê.

Adoçantes: Geralmente costumam ser encontrados em produtos diet ou light. Podem afetar ou interferir no desenvolvimento fetal.

Alimentos mal lavados: Frutas e vegetais mal lavados são causadores de intoxicações alimentares.

3)     A quantidade correta de refeições

De preferência, é importante fazer em torno de seis refeições diárias, com intervalo de 3 horas entre cada uma. Elas incluem:

– Café da manhã

– Lanche antes do almoço

– Almoço

– Lanche da tarde

– Jantar

– Lanche após a janta

4)     Evitando náuseas e enjoos

Uma dica bem simples que pode evitar náuseas e enjoos, é comer uma bolacha de água e sal pela manhã. Esse tipo de bolacha possui uma quantidade maior de carboidratos que ajudam a controlar essas sensações incômodas.

Outro tipo de alimento perfeito para evitar enjoos são os cítricos. Busque consumir limão, laranja, tangerina e acerola sempre que puder.

5)     Como resistir a compulsão por doces

É comum que algumas gestantes sofram com a compulsão por doces ao longo de toda a gravidez. Caso esse seja o seu caso, inclua na sua dieta alimentos com triptofano. São eles:

– Cereais integrais

– Banana

– Quinoa

– Grão de bico

 

Seguindo essas dicas, fica melhor manter o equilíbrio na alimentação na gravidez, né?

*Lembrando que é essencial procurar pelo auxílio de um profissional nutricionista em casos de dúvidas.